Projeto Marco ZERO

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Uma curta estória sobre o falso verdadeiro amor

- O que é isso?

- Gasolina.

- Por que você trouxe gasolina?

- Ora, todos falam que é amor quando queima por dentro, só estou tentando acelerar o processo.

- Não acho que isso seja uma boa ideia.

- Vá por mim, olha só, todo mundo fala que o amor preenche, a gasolina irá preencher, é só tomar bastante. Falam que o amor de verdade queima dentro do peito, e eu trouxe fósforo...

- Espera, espera, espera, isso está ficando perigoso.

- Está nada, veja, depois falam que o amor mata, corrói. Bem, a gasolina que eu saiba corrói, e com certeza morreremos. É perfeito, amor é gasolina. Só que ninguém havia contado isso para nós.

- Eu ainda acho uma má ideia.

- Má ideia nada, tome, vamos...

[glub, glub, glub]

- Minha vez...

[glub, glub, glub, coff, coff]

- O gosto é horrível.

- É, mas não falam sobre o fel gosto do amor, está aí, amargo como gasolina. Agora eu acendo o fósforo e nos beijamos, assim iremos ter um final feliz com o ultimo beijo.

[KABUUUUUUUUUUUMMMMMM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!]